Gestão em QSMS-RS e Sustentabilidade

A comunicação é fundamental para manter a todos, e em todos os níveis da hierarquia, informados e seguros.

Não há nenhum sentimento melhor para uma organização do que estar livre de acidente.

Organizações que investem em Cultura de segurança, e verdadeiramente importam se com o bem-estar de seus colaboradores.

Estão baseados alguns pilares que parecem óbvios, mas muitas outras negligenciam.

Aqui estão três sugestões sua organização baseada em nossa experiencia e vivência na era por quase 4 décadas

Comunicação, comunicação, comunicação!

Comunicação é fundamental para manter todos, e em todos os níveis da hierarquia, informados e seguros.

Quando os perigos surgem nas linhas de frente e comunicação falha em alcançar supervisores ou gestores, circunstâncias podem levar a um evento infeliz que iria afetar seriamente os envolvidos.

Da mesma forma, quando mudanças no equipamento ou procedimentos são decididas, os gestores precisam garantir uma comunicação eficaz com os colaboradores para evitar uso indevido ou em etapas.

Manter registros escritos de quem está fazendo o quê e quando ocorrerem alterações.

 Além disso, realizar reuniões com pessoas de todos os níveis da empresa para manter todos informados sobre o que está sendo feito e as expectativas da empresa.

Quando todo mundo está se comunicando bem, a colaboração é alcançada e o perigo é evitado.

Promover limpeza no local

Escorregadelas e quedas podem ser causadas por equipamento sendo deixado fora do lugar, como cabos travessados nos corredores ou piso impropriamente limpos com   derramamentos de óleos.

Ferramentas que são deixadas no alto também apresentam riscos, atingido por porque eles podem cair e ferir um colaborador.

 Incentive a todos a manter o local de trabalho limpo enquanto trabalham e no final do turno.

Organize orientações de segurança aos colaboradores da linha de frente e supervisores para avaliar o local de trabalho e garantir que o site está livre de perigos reconhecíveis que poderiam levar a uma lesão.

Incentivar a utilização de EPIs e EPC’s

Equipamentos de proteção individual e coletivos podem ser o fator decisivo de vida ou mortes em uma área de trabalho.

Muitas vezes, os colaboradores podem não entender o risco real de negligenciar a usar EPI ou pode ser simplesmente esquecido.

Você pode evitar isso, deixando os colaboradores sabem que valorizam a sua segurança e lembrá-los da importância do uso de EPI.

Quando você vê um colaborador usando corretamente o EPI, elogie.

Capacite seus colaboradores para ser um defensor da segurança e a desafia-os a lembrar um ao outro para usar seus equipamentos de proteção individual e coletivo

As empresas não são perfeitas e sempre há espaço para crescer.

 Essas sugestões, que parecem tão obvias, mas podem ajudar a construir uma cultura de segurança positiva em quem está interessado em manter os colaboradores seguros e crescendo a cada dia mais forte.

Estamos juntos !

Publicado por Roberto Roche

Roberto Roche ao longo de três décadas consolidou sua experiência exercendo vários cargos de alta direção em QSMS–RS & Sustentabilidade nas áreas de Óleo & Gás, Construção Civil Pesada, Montagem Industrial, Portos e Mineração em mais de 15 países na América Latina, África e Oriente Médio como Mars, Queiroz Galvao Internacional e Odebrecht Internacional e Imerys .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *