Gestão em QSMS-RS e Sustentabilidade

Por que os acidentes estão aumentando em obras dos parques eólicos, solar e PCHs e linhas de transmissão?

Falta de compromisso com a política de segurança do contratante?

Contratantes enfrentam uma variedade de riscos ao realizar um projeto quando contratam empreiteiros

Ultimamente estamos trabalhando com clientes que estão construindo os vários parques Eólicos, Solar e PCHs.

Em nosso regresso do Nordeste e Centro Oeste onde realizamos alguns trabalhos, viemos comentando entre nós os porquês.

Quando entregamos nosso diagnostico, é impressionante a surpresa dos proprietários da obra, principalmente quando somos acionados depois de uma fatalidade na segurança, acidente ambiental e problemas com a comunidades.

A distancia da realidade informada é muito grande!!!

Além de estarem preocupados com os riscos potenciais para seus colaboradores, eles precisam tomar cuidados extremos com os riscos que ocorrem com a contratada.

Embora a segurança seja crítica devido a múltiplas razões, como o bem-estar dos colaboradores, proporcionando um ambiente de trabalho seguro e controlando os custos, sua importância como medida de controle de custos é muitas vezes negligenciada tanto pelos contratantes e contratadas

Os proprietários têm o direito absoluto de ordenar que um programa de segurança de qualidade seja uma parte importante da cultura do contratado selecionado.

Mas, os proprietários às vezes hesitam e sentem que estão interferindo na maneira do contratado em fazer negócios se eles expressam preocupações com a segurança em um canteiro de obras.

Os proprietários do projeto visam a conclusão bem-sucedida de um projeto com os custos estimados.

E as contratadas (empreiteiros e outros) de realizar o serviço com qualidade, seguro tanto na parte do trabalho e ambiental bem como um bom relacionamento com as comunidades impactadas.

Nenhum deles pode ser bem sucedido sem o outro.

Embora seja preciso um pouco mais de esforço para que o proprietário se torne parte do processo, esse envolvimento é recompensado com um projeto de corrida suave, de baixo estresse, pontual e no orçamento.

Sem participação no processo, o proprietário está passivamente dando controle ao contratante juntamente com riscos aumentados, os proprietários de projetos muitas vezes passarão mais tempo lutando para lidar com os desafios em vez de garantir o cumprimento das expectativas.

Em condições ideais e eficazes, eles devem começar a ver os contratados como parceiros.

 A má conformidade com a segurança aumenta os riscos do proprietário e infla os custos finais de um contrato.

Concluído, esses custos finais devem ser levados em conta no processo de tomada de decisão.

O planejamento pré-projeto e pré-tarefa, com um proprietário ativamente engajado, é o simples processo de reunir a equipe de liderança para discutir como o projeto será realizado de acordo com o contrato.

Todas as fases são examinadas incluindo visão geral do projeto, planejamento de tarefas, materiais/suprimentos, gerenciamento de riscos, segurança e gerenciamento de subcontratados.

A segurança é planejada para o trabalho como parte integrante da operação, em vez de algo que é usado apenas quando necessário.

Por exemplo, se um risco é identificado, um plano é desenvolvido para a proteção das pessoas que têm acesso à vizinhança do local.

O plano deve incluir tanto a gestão de riscos do local quanto a gestão de riscos públicos que incluem ferramentas, materiais e custos de mão-de-obra, projeto, engenharia e escopo necessários para instalar a proteção adequada.

É aí que são desenvolvidos os programas de segurança específicos do local e vários tipos de programas de treinamento são selecionados com base nas ferramentas específicas, materiais, acesso, tarefas e equipamentos que serão utilizados no projeto.

Através de programas de treinamento de segurança, as expectativas de gestão para a segurança podem ser efetivamente transmitidas aos interessados.

Manifestações que permitem aos colaboradores participar do processo e evitam que os riscos se manifestem no canteiro de obras.

Reduz os riscos do proprietário, porque o contratado, trabalhando com o envolvimento do proprietário, concluirá o projeto de forma consistente no prazo, orçamento adequado e com a qualidade prevista.

Seja avaliando resultados ou atividades, monitorando atividades relacionadas à segurança, como análise de Segurança no Trabalho, quase acidentes, relatórios de incidentes, inspeção de locais e equipamentos e auditorias de segurança, facilitam a prestação de contas, a responsabilidade e a autoridade pela segurança.

Uma vez focados nas metas de segurança, os colaboradores se tornam mais produtivos, eficientes e eficazes, além de mais seguros e conscientes dos riscos associados.

Talvez os aspectos mais benéficos dos proprietários e contratados que trabalham juntos em um programa de segurança de joint venture sejam o fornecimento de segurança, saúde e bem-estar dos colaboradores e outras pessoas que vivem e trabalham no projeto ou ao redor dele.

Estamos juntos!

Leia mais

Faça agora mesmo sua inscrição

Para finalizar, selecione a modalidade da sua inscrição e efetue o pagamento:

Faltam apenas

Dias

Nos vemos lá!