Gestão em QSMS-RS e Sustentabilidade

Quando trabalho com a melhora ou implantação de culturas de segurança e Liderança, procuro antes de tudo começar com uma boa narrativa, afinal ,não são 10 anos na área mas sim quase 40, histórias boas , engraçadas ou tristes , de  muita resiliência e adaptação a novos culturas , países  (25 anos como expatriado profissional em 15 países e 3 continentes ) , tenho algumas .

E não final podem ter certeza que não coloco a música do Roberto Carlos, “O importante são as emoções que eu vivi! “rsrsrs

 Essas são as histórias que conectam nossas experiências e podem se tornar uma base para a voz que ouvimos em nossas próprias mentes.

 À medida que as coisas mudam e se desviem dentro de nossas próprias vidas de trabalho, as narrativas podem se tornar muito ativas.

O choque de nossas novas vidas e a incerteza de como o futuro pode se desenrolar, é um amplo combustível para construí-las.

As narrativas podem assumir muitas formas úteis e podem ser positivas.

 Por exemplo, uma narrativa estratégica inteligente pode alimentar toda uma organização e uma narrativa de carreira bem trabalhada pode apoiar caminhos de carreira.

No entanto, por outro lado, as narrativas podem ser negativas causando grande distração (acontece comigo algumas vezes e TENHO QUE MELHORAR!).

A maioria de nós construiu uma narrativa sobre quem somos e como trabalhamos.

Histórias são centrais em nossa história como seres humanos. (Curiosamente, essa tendência de conectar os pontos, ou busca de padrões é chamada de viés narrativo.)

Mesmo enquanto dormimos, parecemos tecer uma história, composta pelos pedaços de nossos dias, misturados com nosso passado único.

Em um nível básico, construímos narrativas para dar sentido.

Narrativas podem construir confiança e impulsionar nossos caminhos.

As narrativas tornaram-se um acessório muito presente no meu trabalho como coach e mentor para gestão de QSMS em organizações e individualmente para nossos colegas profissionais que passam por situações naquele momento ou querem subir na sua carreira.

Identificar uma narrativa que o afete os ouvintes, ajuda e muito antes de começar meus trabalhos

Nossa necessidade inata de dar sentido a que queremos transmitir, nos tornar suscetíveis a construir narrativas da melhor maneira possível com a intenção de pelo menos deixar uma marca ou mensagem que ajude aos outros a evoluir para o bem.

Estamos juntos!

Publicado por Roberto Roche

Roberto Roche ao longo de três décadas consolidou sua experiência exercendo vários cargos de alta direção em QSMS–RS & Sustentabilidade nas áreas de Óleo & Gás, Construção Civil Pesada, Montagem Industrial, Portos e Mineração em mais de 15 países na América Latina, África e Oriente Médio como Mars, Queiroz Galvao Internacional e Odebrecht Internacional e Imerys .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *