Gestão em QSMS-RS e Sustentabilidade

Não sou Eco-chato, bio-desagradável nem tão pouco ambientalista, TÁ! Ou sou??

Todos que me seguem por aqui no linkedin e em outras mídias, sabem que quando vinha de folga ao Brasil/Curitiba, realizava muitas atividades.

 E agora definitivamente de volta ao Brasil, abrindo minha consultoria continuo a todo vapor tentando abrir espaço para poder cotar com as grandes organizações (tá difícil competir com as consultorias que já viraram grife, mas a luta continua!! rsrsrs)

Mas não parei, continuo como mentor para startups, conselheiro etc., e claro, meu trabalho com moradores de rua e famílias coletoras de resíduos.

Pois bem, entre essas atividades, gosto de dar minhas caminhadas todas as manhãs faça sol ou chuva, já que nos países onde trabalhava, não podia fazê-lo, por causa dos mosquitos da malária, campo minados, guerrilha, Black manbas, Naja cuspideiras entre outras coisas que sempre podem interferir ou dar um baita de um susto em meu caminho.

Em minhas caminhadas sempre levo comigo um saco de lixo e vou coletando o que eu posso pelo caminho (sempre escondendo, para não chamar atenção), mas ele as vezes fica cheio, aí atraio atenção, paciência né!!

Mas ainda bem que virou moda agora lá fora e espero que no Brasil pegue, corridas e maratonas com pessoas recolhendo o lixo.

Caminhando uma manhã, como bom carioca e flamenguista que adotou e ama loucamente Curitiba, caminho dando bom dia a todos que passam por mim, uns 7% respondem.

 Amo essa peculiaridade curitibana, rs.

Entretanto, um desses dias aconteceu o que eu já esperava.

Na minha caminhada parei e recolhi mais um lixinho, nisso passa um senhor e um menino por volta dos 10 anos, dei logo meu caloroso bom dia e não respondeu, mas…. o filho apontou e perguntou em voz alta o que era aquilo que eu estava fazendo?

O pai (acho), em voz alta falou (talvez para eu ouvir).

“Esse é um louco ambientalista, um eco-chato!”

Meus amigos, EU NÃO SOU! Ou sou?

Trabalho + 35 anos com ESG / QSMS-RS & Sustentabilidade, tento fazer muito mais aquém do meu trabalho em proteger o meio ambiente e lidar com as comunidades (vejam meu site www.robertoroche.com.br/galeria)

Só isso mais nada, meu propósito de vida é ajudar as comunidades impactadas pelos diversos segmentos da economia para qual sou contratado, se posso fazer mais, EU FAÇO (já quase fui demitido por causa disso)

Mas eu amo o que eu faço, eu amo gente, amo meu planeta, amo Curitiba cidade linda e exemplo de sustentabilidade para o mundo.

Só isso mais nada, mas seu for taxado de maluco por continuar caminhando com o meu saco de lixo paciência, não vou mudar.

Cada um tem seu propósito, paciência.

Estamos juntos!

Leia mais

Faça agora mesmo sua inscrição

Para finalizar, selecione a modalidade da sua inscrição e efetue o pagamento:

Faltam apenas

Dias

Nos vemos lá!