Gestão em QSMS-RS e Sustentabilidade

Em nossos trabalhos de auditoria, implantação ou até mesmo em due diligencies para M&A em pequenas e média empresas, temos encontrado alguns equívocos, que nos deixam preocupados, com o futuro destas nesse mundo globalizado.

Muitas PMEs estão em um estado de não conformidade perpétua porque colocam seu administrador ou gerente pessoal no comando do QSMS-RS & Sustentabiliade.

Pequenas fábricas, Posto de combustíveis, Oficinas e Concessionarias são bons exemplos.

Um empresário de uma PME com tempo e recursos muito limitados, é quase impossível acompanhar sua longa lista de regras e regulamentos complicados e sempre mudando.

Realmente é difícil e encontramos quase todos os erros que uma PME pode cometer ao tentar gerenciar a conformidade da área demanda pela sociedade e nossa legislação .

Minha familia tem diversos empresários, e sinto na pele junto com eles como é sufocante.

Sabendo e entendo essa dificuldade e com nosso trabalho atual combinados me levou a dedicar para ajudar PMEs da familia a gerenciar sua conformidade.

 No intuito de ajudar aqui vao alguns dos principais erros que vi donos de PMEs cometerem.

 Tarefa dupla de um gerente de equipe com conformidade em QSMS

Este é de longe o erro mais comum e potencialmente prejudicial que as PMEs cometem ao tentar gerenciar suas obrigações de conformidade em QMS

É assim que normalmente se desenrola.

Um dia, a empresa percebe que não tem segurança, ou talvez um programa ambiental e algo precisa ser feito sobre isso.

Talvez um cliente  ou companhia de seguros pediu por isso, eles tiveram um quase erro ou um ferimento grave, ou foram inspecionados pela MT.

 Seja qual for o caso, a empresa decide que é hora de construir um programa de segurança, mas é rapidamente confrontada com uma grande pergunta: “quem vai fazer isso?”

Apesar de todas as opções mais viáveis e lógicas, como a contratação de um consultor ou um profissional experiente em QSMS, os empresários ou a alta administração muitas vezes decidem seguir o caminho de menor resistência, que é colocar um de seus gerentes de equipe com a responsabilidade.

Na maioria das vezes é o Gerente de Recursos Humanos, mas pode ser Qualidade, Operações ou até Mesmo Manutenção.

Seja qual for o caso, essa pobre alma recebe o aceno e agora se espera que magicamente faça tudo acontecer no topo de sua longa lista de outras responsabilidades

Essa “estratégia” quase nunca funciona:

Hoje existem cerca de 38000 leis normas de segurança e regulamentos ambientais do Município, Estado e Federal, muitas vezes mutáveis, complexas, difíceis de entender e ainda mais difíceis de cumprir, mesmo para especialistas.

Se você não acredita em mim, basta entrar em um de seus sites e começar a ler.

Ao fazer isso, imagine tentar aplicar o que você leu para sua própria empresa.

Implementar e gerenciar com sucesso esses regulamentos leva anos de experiência e conhecimento e é totalmente irrealista esperar que alguém com pouca ou nenhuma experiência seja feito.

Como se esse problema não fosse assustador o suficiente, o papel principal de um gerente de equipe típico muitas vezes contribui diretamente para o resultado final da empresa e, portanto, requer a maior parte de seu tempo e atenção (especialmente se eles querem manter seu emprego!) Isso deixa pouco, se houver, tempo para gerenciar problemas de conformidade.

Adicione esses dois problemas juntos, e é muito fácil ver como essa estratégia está quase sempre fadada ao fracasso.

Quando um empresário ou gerenciado toma essa decisão (ou seja, erro), quase sempre acredita que a conformidade está realmente sendo gerenciada, não percebendo nenhum desses problemas.

 É muitas vezes agravado pelo fato de que o gerente da equipe tem medo de dizer qualquer coisa por medo de perder o emprego.

Então um dia algo ruim acontece, (acidente) ou com uma inspeção dos órgãos.

Só então o grande erro finalmente vem à tona.

 Mas até lá é tarde demais, deixando os tomadores de decisão se perguntando o que aconteceu.

Usando tópicos genéricos de treinamento on-line para gerenciar requisitos de treinamento de segurança ou meio ambiente.

É muito comum que PMEs assinem um portal de treinamento online que lhes dá acesso a uma ampla gama de módulos genéricos de treinamento.

Alguns desses módulos abordam padrões específicos, mas muitos não.

 O treinamento genérico de segurança ou ambiental, não conseguem abordar os aspectos específicos da empresa.

 Falha na realização de inspeções de rotina

Fundamental realizar inspeções rotineiras no local de trabalho para identificar riscos à saúde e à segurança e ao meio ambiente, e em seguida, corrigir imediatamente esses perigos.

As PMEs são vítimas dessas questões devido à falta muito comum de conhecimento interno crítico, bem como tempo e recursos insuficientes para acompanhar as normas ambientais, sanitárias e de segurança.

Isso muitas vezes deixa-as em um estado perpétuo de não conformidade e, portanto, em risco para grandes passivos, incluindo danos graves, danos ambientais, enormes multas e penalidades regulatórias, dinheiro e clientes perdidos e até potenciais passivos civis e criminais.

Testemunhei muitas pequenas empresas e pessoas que conheci durante minha carreira que são vítimas de quase todos esses riscos, incluindo um cliente sendo enviado para a cadeia por violações ambientais e outros ameaçados de prisão.

Espero que este artigo tenha sucesso na conscientização desses erros comuns e ajude os proprietários de PMEs a fazer melhores escolhas quando se trata de gerenciar as conformidades

Estamos juntos!

Publicado por Roberto Roche

Roberto Roche ao longo de três décadas consolidou sua experiência exercendo vários cargos de alta direção em QSMS–RS & Sustentabilidade nas áreas de Óleo & Gás, Construção Civil Pesada, Montagem Industrial, Portos e Mineração em mais de 15 países na América Latina, África e Oriente Médio como Mars, Queiroz Galvao Internacional e Odebrecht Internacional e Imerys .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *