Gestão em QSMS-RS e Sustentabilidade

Quando iniciei minha carreira, não tinha nada desse mimimi com muitos textos e livros com psicólogos e outros experts falando sobre comportamento seguro, neurociência, cultura de segurança etc.

Tampouco muitas regras, o que dirá das NRs

Outro dia me perguntaram como que trabalhei sem NRs a vida toda, e todos esses penduricalhos que temos aqui no Brasil e relação a segurança do trabalho?

Fácil, aprendi a fazer gestão!

Gestão de pessoas, gestão estratégica de segurança e Deus me ajudou muito rsrsr

Errei muito, mais do que acertei, tive fatalidades e lesões diversas baixo minha gestão e fui ganhando casca, e bem grossa

Bom lembrar sempre;

Quando você começa, você não sabe de nada, tem que ir seguindo os outros com muito mais experiência que você e escutando mais do que falando, e não embarcar em textos e livros de gente que nunca bateu um prego na linha de frente.

E assim foi na minha vida profissional, mas tiveram mitos e mimimis que foram caindo por terra com o passar do tempo e fui construindo a minha verdade na área.

E gostaria de dividir com os colegas, o que eu pude verificar com o passar do tempo

Para garantir que você construa e mantenha uma organização segura, aqui estão alguns mitos sobre a cultura e como você pode superá-los.

Mito: A cultura de segurança do local de trabalho não começa com você.

Obviamente, você quer cercar-se com as pessoas que são qualificados e competentes.

Ao mesmo, você também precisa encontrar pessoas que se encaixam cultura da empresa e estão entusiasmados com o seu negócio.

Antes de fazer isso, cabe a você definir a cultura da sua organização.

Sua equipe pode se tornar embaixadores de sua marca e ajudar a moldar sua cultura, mas sua percepção e a maneira como eles experimentam o trabalho em sua empresa acabará por começar com você.

 Crie uma finalidade, defina seus valores e conduza pelo exemplo ao criar sua cultura.

 Mais importante ainda, continuar investindo em si mesmo para se tornar o líder que as pessoas vão se reunir para trás.

Mito: Existe um tipo de cultura “certa” e “errada”.

Cada inicialização é diferente, e existem diferentes tipos de cultura.

Não existe tal coisa como uma cultura boa “ou” ruim “.

 É tudo sobre o que funciona melhor para a sua estratégia

Mito: A cultura é apenas sobre o salário e as vantagens.

Na minha opinião, este é talvez o maior equívoco sobre a cultura de segurança.

Muitos acreditam que a cultura boa tem, mesa do ping-pong, pelada de fim de semana, café da manhã como RH ou CEO, hora feliz, salários e benefícios incríveis.

Enquanto um salário decente e benefícios e vantagens exclusivas são substanciais, eles não são iguais a cultura.

A cultura da sua empresa precisa estar alinhada com suas crenças e propósitos fundamentais.

Suas convicções também devem ser apropriadas para sua equipe com todas as coisas divertidas.

Mito: Eficiência drena o moral.

Como você se sentiria se você chegou para trabalhar uma manhã só para descobrir que vários de seus colegas foram demitidos?

Tem sido demonstrado que esta ação é uma bofetada definitiva no rosto e diminui a moral.

Na verdade, haverá momentos em que você precisa diminuir o tamanho da sua equipe se você quiser que seu negócio seja dimensionado, mas precisa ser bem esclarecido e explicado, quem ja passou por esse momento sabe qual é a sensação.

Nesses casos a cultura de segurança via para brejo, passa a ser o menos importante

Mito: Feedback dos colaboradores pode resolver todos os seus problemas.

Você sente que a cultura da sua empresa é subdesenvolvida ou sem inspiração?

Uma maneira de resolver isso é reunindo comentários dos colaboradores.

Afinal, parece ser uma maneira simples e direta de descobrir o que eles querem e como você pode melhorar a cultura

O problema com esta abordagem é que você não pode sempre receber feedback honesto de sua equipe.

Você estaria confortável dizendo ao seu superior o que há de errado com o seu estilo de gestão?

Se você quer a verdade real de sua equipe, você precisa primeiramente de construir a confiança com eles.

Além disso, você precisa entender que as recomendações dos colaboradores não são pessoais.

Em vez disso, estas são sugestões que melhorarão cada faceta da sua gestão

Mito: A cultura é apenas um estado de espírito.

 A cultura não é a vibe que você começa sempre que você entra na organização.

Não é a declaração de missão encontrada em seu site e não é todos os ditos de produtividade inteligente emplastrado na parede do seu escritório.

 Cultura são os comportamentos e rituais que ajudam você e sua equipe na obtenção de trabalho feito.

Aprenda com os meus erros

Estamos juntos!

Publicado por Roberto Roche

Roberto Roche ao longo de três décadas consolidou sua experiência exercendo vários cargos de alta direção em QSMS–RS & Sustentabilidade nas áreas de Óleo & Gás, Construção Civil Pesada, Montagem Industrial, Portos e Mineração em mais de 15 países na América Latina, África e Oriente Médio como Mars, Queiroz Galvao Internacional e Odebrecht Internacional e Imerys .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *