Gestão em QSMS-RS e Sustentabilidade

Os segmentos econômicos como energia, agro, aço, produtos de refinaria, petróleo bruto, carvão, cimento, gás natural e fertilizantes são considerados como os principais setores industriais.

Seu índice de produção são os indicadores econômicos usados em todo o mundo para determinar o estado de uma economia estatal.

Todas as indústrias acima mencionadas estão dentro da categoria de risco moderado a extremo, configuradas em um modelo complexo de grande a muito grande em escala, o que permite melhor utilização de recursos e também mitiga os riscos.

A moderna cartilha de transformação digital colocaria esses setores em metas prioritárias de introdução, uso e implantação de plataformas digitais que permitam uma melhor gestão, vigilância e, acima de tudo, coleta de dados para tomada de decisões.

No entanto, quando observamos mais de perto, uma significativa falta de abordagem digital com a qual essas indústrias operam, pode se notar.

O Setor de energia, assim como o petróleo e o gás são os candidatos naturais para alavancar plataformas digitais.

A demanda marcante e enfática de uma cartilha digital que permite a transformação dessas indústrias está centrada em torno desses elementos-chave:

  • Riscos de segurança da força de trabalho
  • Preocupações ambientais
  • Produtividade e eficiência

Esses três elementos são codependentes e interdependentes e seu ecossistema, se atingido por uma emergência, incidente ou acidente pode ter consequências catastróficas.

As salvaguardas digitais que colocam alta confiança em relatórios de dados, coleta, autenticação antes da alocação de trabalho e gerenciamento de riscos operacionais podem se tornar a rede de segurança do nosso setor industrial principal.

A ação mais importante antes de dar um salto para a expansão digital, é importante colocar as pessoas a bordo.

 Seja a alta administração ou os fornecedores, as responsabilidades se multiplicam à medida que avançamos.

Assim, uma análise elaborada com uma demonstração de pontos fortes organizacionais e indicadores do software seria muito útil.

A segunda coisa seria o fornecedor do software que permitiria que sua organização alavancasse essa vantagem apresente seu plano para você.

 Um fornecedor competente pode trabalhar em conjunto com sua equipe técnica e fornecer um vislumbre das coisas que estão por vir na forma de um protótipo.

 Embora a reputação do mercado permaneça fundamental, o foco do fornecedor na flexibilidade e adaptação pode ser mais útil.

Isso pode permitir que o sistema fique mais nas linhas “você e sua força de trabalho” estão felizes em começar a trabalhar desde o primeiro dia.

A adaptação do usuário e o uso real de software em aspectos QSMS-RS & Sustentabilidade são muitas vezes vistos como um obstáculo, se a lógica de construção não corresponder às maneiras, meios e hábitos que sua organização funciona.

Um pouco paradoxal, mas verdadeiro é o próximo passo.

Avalie e reduza as falhas em termos de clusters de tomada de decisão organizacional, introduzindo recursos intuitivos em seu software de gerenciamento de risco operacional e QSMS.

Modelos pré-criados, listas de verificação, compartilhamento de contatos, exibição de informações e painéis são todas interfaces que envolvem os sentidos humanos e nos permitem processar grandes quantidades de informações em pouco tempo.

O outro benefício é o que está emergindo como um tema constante para todas as nossas conversas, o monitoramento ambiental e as emissões.

 O software de gerenciamento de QSMS-RS & Sustentabilidade tem a flexibilidade de acessar várias entradas de dados e aproveitá-las com insights o que pode ajudá-lo a planejar seus próximos passos em direção a práticas industriais mais ecológicas.

Torne as pessoas uma grande parte do seu manual digital em transformação do QSMS-RS, pois são os olhos e os ouvidos que ajudam a seguir salvaguardas eficazes que permitem que os principais setores funcionem.

Estamos juntos!

Publicado por Roberto Roche

Roberto Roche ao longo de três décadas consolidou sua experiência exercendo vários cargos de alta direção em QSMS–RS & Sustentabilidade nas áreas de Óleo & Gás, Construção Civil Pesada, Montagem Industrial, Portos e Mineração em mais de 15 países na América Latina, África e Oriente Médio como Mars, Queiroz Galvao Internacional e Odebrecht Internacional e Imerys .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *