Gestão em QSMS-RS e Sustentabilidade

Com o avanço rápido das tecnologias, muitas coisas mudaram em nossa área.

Hoje, temos profissionais da nossa área de QSMS-RS & Sustentabilidade (assim dizem );

Palestrantes, escritores de livros (repetindo o que já foi dito a décadas), e-book, conselheiros e ditadores de como;

Criar uma cultura de segurança, sustentabilidade, mudanças climáticas, economia circular etc.

O que mais me incomoda é que são profissionais que mal têm experiência de vida corporativa, ditando regras e ditando fórmulas mágicas: ” Seja um líder em Segurança “, “7 passos para achar a causa raiz ” e 1.000 dicas para tornar sua empresa sustentável.

 Já perceberam que virou uma febre isso de enumerar as soluções, como se fossem todas iguais, receita de bolo?

 É só seguir, se deu bem!!, pode até ser, mas tem muita coisa entre essas regras.

Sempre que eu esbarro, virtualmente, com um profissional desses vou pesquisar sobre dar um Google, olhar o Linkedin.

siga me no Instaram  siga me no twitter siga me no Facebook

E o resultado é quase sempre o óbvio.

São profissionais que tiveram um ou dois empregos e quando trabalharam  , nunca foram corporativos ou se foram , ficaram no escritório de um fábrica (nunca foram de trecho /embarcado/ chão de fábrica ), são acadêmicos e já são palestrantes de mimimi e querem “ensinar” o maravilhoso caminho das pedras.

Nunca bateram um prego na vida corporativa!!!! e já fazem milagre ?

Não tem ideia do que é CAPEX, OPEX, Conselho, CEO, COO, CFO e CUSTO X BENEFICIO.

 E o pior de tudo não é essa enganação amadora.

É ver que colegas experientes, que consolidaram seus nomes no mercado, que têm uma trajetória admirável, caem na rede desses peixes pequenos.

Seguem piamente as dicas, gastam uma fortuna com e-books, jogos e treinamentos e acreditam nessa ladainha.

Antes, era preciso muitos anos de estrada para desenvolver a habilidade de enrolar alguém.

 Agora, isso se tornou a coisa mais trivial do mundo.

Então vou dar 5 dicas mágicas para não cair nessa rede: rsrsrsrsr

1) Antes de qualquer coisa, desconfie sempre;

2) Pesquise mais a fundo as realizações (reais) dos dita-regras ,não caia nessa de global ( quer dizer que trabalhou anos em vários paises?);

3)Veja se ele faz parte dos clubes das 10.000 horas de linha de frente em determinada atividade de risco

4) Pare de viver em busca de um milagre;

5) Não espere ansiosamente pelo item 6.

E para finalizar minhas regras de ouro!

Trabalho, Qualificação, Trabalho, Qualificação …………………………..

Estamos juntos!

Publicado por Roberto Roche

Roberto Roche ao longo de três décadas consolidou sua experiência exercendo vários cargos de alta direção em QSMS–RS & Sustentabilidade nas áreas de Óleo & Gás, Construção Civil Pesada, Montagem Industrial, Portos e Mineração em mais de 15 países na América Latina, África e Oriente Médio como Mars, Queiroz Galvao Internacional e Odebrecht Internacional e Imerys .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *