Gestão em QSMS-RS e Sustentabilidade

Os milagreiros em gestão ESG / QSMS-RS & Sustentabilidade!

Com o avanço rápido das tecnologias, muitas coisas mudaram em nossa área de atuação.

Hoje, temos profissionais especialistas, másters etc na gestão ESG / QSMS-RS & Sustentabilidade (assim dizem) nas mídias digitais, cada um vendendo o seu peixe.

Palestrantes, escritores de livros (repetindo o que já foi dito a décadas), e-book, conselheiros, fanáticos e ditadores de como;

Criar uma cultura de segurança, “Novas visões da segurança”, ESG, Sustentabilidade, mudanças climáticas, economia circular etc.

Até pouco tempo pensei em tirar o ESG no meu titulo do Linkedin, pois não aguentava mais ter que explicar o que era ESG, já que carregava a anos esse tal de ESG!!!

Agora…. todo mundo é ESG rsrsrsrsr

O que mais me incomoda é que são profissionais que mal têm experiência de vida corporativa, ditando regras e ditando fórmulas mágicas:  ” Seja um líder em Segurança “, “7 passos para achar a causa raiz ” e 1.000 dicas para tornar sua empresa sustentável.

 Já perceberam que virou uma febre isso de enumerar as soluções, como se fossem todas iguais, receita de bolo?

 É só seguir, se deu bem!!, pode até ser, mas tem muita coisa entre essas regras.

Sempre que eu esbarro, virtualmente, com um profissional desses vou pesquisar sobre dar um Google, olhar o Linkedin.

E o resultado é quase sempre o óbvio.

São profissionais que tiveram um ou dois empregos e quando trabalharam, nunca foram corporativos ou se foram, ficaram no escritório de um fábrica (nunca foram de trecho /embarcado/ chão de fábrica), são acadêmicos e já são palestrantes de mimimi e querem “ensinar” o maravilhoso caminho das pedras.

Nunca bateram um prego na vida corporativa!!!! e já fazem milagre?

Não tem ideia do que é CAPEX, OPEX, Conselho, CEO, COO, CFO e CUSTO X BENEFICIO.

 E o pior de tudo não é essa enganação amadora.

É ver que colegas experientes, que consolidaram seus nomes no mercado, que têm uma trajetória admirável, caem na rede desses peixes pequenos.

Seguem piamente as dicas, gastam uma fortuna com e-books, jogos e treinamentos e acreditam nessa ladainha.

Antes, era preciso muitos anos de estrada para desenvolver a habilidade de enrolar alguém.

 Agora, isso se tornou a coisa mais trivial do mundo.

Então vou dar 5 dicas mágicas para não cair nessa rede: rsrsrsrsr

1) Antes de qualquer coisa, desconfie sempre;

2) Pesquise mais a fundo as realizações (reais) dos dita-regras, não caia nessas de que é ou foi global da empresa XXX (quer dizer que trabalhou anos em vários países?);

3)Veja se ele faz parte dos clubes das 10.000 horas de linha de frente em determinada atividade de risco;

4) Pare de viver em busca de um milagre;

5) Não espere ansiosamente pelo item 6.

E para finalizar minhas regras de ouro!

Trabalho, Qualificação, Trabalho, Qualificação …………………………..

Estamos juntos!

Leia mais