Gestão em QSMS-RS e Sustentabilidade

Desde meu regresso ao Brasil em definitivo, realizado due diligence de nível de maturidade nas organizações (segurança, prevenção ambiental, riscos e ESG)

Percebi que a capacitação, fica resumida as exigências de cumprir tabela como a segurança por exemplo

Outros(as) são tratados como itens de luxo corporativo, triste realidade

A não ser é claro os cursos e palestras que dão mídia aqui no Linkedin com temas do momento.

 A primeira coisa que se corta fora de seu orçamento quando você aperta na organização são os treinamentos.

Se a economia está com gripe nossa área do ESG/QSMS-RS & Sustentabilidade está com pneumonia!!

Tenho insistindo sobre e sobre o fato de que a melhor maneira de garantir um ambiente com seus riscos socioambientais controlados é ter uma força de trabalho bem treinada por meses.

“Não podemos poupar nossa equipe e perder quatro horas de produção, não temos o dinheiro para treinar nossos colaboradores.”

“Estamos demasiado ocupados para investir ou pobre demais para investir.”

Quem nunca ouviu essas?

É a mesma coisa com nossa área de ESG/QSM-RS & Sustentabilidade

“Não temos dinheiro para fazer as coisas direito ou não temos o tempo.”

O problema é que, gostemos ou não os treinamentos em nossa área são gastos discricionários.

Sim, claro, há exceções, especialmente em situações onde existe um regulamento que está dirigindo o treinamento, mas mesmo assim, uma vez em nossas visitas, foi-me perguntado “qual a multa para não fazer isso se nos pegam em uma fiscalização?”

Só porque algo é discricionário na natureza não torna menos essenciais.

Comida é tecnicamente um custo discricionário, mas mesmo em tempos de vacas magras você precisa comer.

Quando cortarem as verbas para capacitação e treinamentos porque não tiveram muitas lesões, acidentes ambientais, problemas com a comunidade.

Lembre se, é a mesma coisa se cortarem o orçamento de comida, porque não estamos com fome agora.

Estamos juntos!

Publicado por Roberto Roche

Roberto Roche ao longo de três décadas consolidou sua experiência exercendo vários cargos de alta direção em QSMS–RS & Sustentabilidade nas áreas de Óleo & Gás, Construção Civil Pesada, Montagem Industrial, Portos e Mineração em mais de 15 países na América Latina, África e Oriente Médio como Mars, Queiroz Galvao Internacional e Odebrecht Internacional e Imerys .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *