Gestão em QSMS-RS e Sustentabilidade

Ultimamente, temos ajudado nossos colegas a rescrever suas políticas de meio ambiente, segurança do trabalho e responsabilidade social, baseado nos critérios do ESG, e observamos que ainda existe alguma dificuldade nesse sentido com as cobranças que estão chegando do mercado

Nosso intuito nesse texto, hoje é dar uma orientação geral aos nossos colegas a respeito.

Apesar da política ambiental, sendo um dos requisitos obrigatórios do seu SGA (sistema de gestão ambiental), mesmo na norma 14001 existe algum espaço para interpretação.

 Ao mesmo tempo, também dá orientação sobre o que deve conter uma política ambiental e o que oferecer para uma organização.

Então, o que exatamente precisa ser considerado e incluídos e detalhados como a política em si precisa ser, nesses novos ventos do ESG e a cobrança por parte dos bancos e investidores?

 Existem algumas mudanças que devemos considerar quando se escreve a política em si.

Conhecer a legislação, definindo objetivos e garantir a melhoria contínua, não é nada de novo, no entanto, existem alguns outros elementos que você deve garantir que a política possua

A política deve ser adequada para o contexto e a finalidade da organização, incluindo a escala de natureza e o impacto de suas atividades.

O maior impacto socioambiental da sua organização precisa ser o mais detalhado possível.

Que investidor vai querer aportar em uma empresa que não sabe sues riscos e seus impactos?

 Se você considerar a diferença de impactos das atividades de uma usina nuclear e um negócio de varejo, você pode entender que, enquanto ambas as organizações podem ter seu SGA e, portanto, tem uma política ambiental, os aspectos e implicações do atividades da planta nuclear será muito maior.

Você só pode decidir como deve ser detalhada nesta parte a sua política considerando o contexto de sua organização.

Prevenção dos riscos de impacto, isto agora deve ser considerado em sua política ambiental, bem como a inclusão de um compromisso com a proteção ambiental.

Obrigações, este termo agora ocupa o lugar de “legislação”.

 Isso é intimamente vinculado a identificar as necessidades de suas partes interessadas.

Em conformidade com a legislação já não é suficiente, então é provável que mais detalhes serão necessários para cobrir esse requisito em sua política ambiental.

Existem outros requisitos que precisamos considerar relativas ao teor da política ambiental.

O item sobre liderança sugere que a política ambiental deve ser alinhada com a direção estratégica da organização, em outras palavras, a sua política ambiental e as suas atividades devem ser parte da visão global da organização e direção.

 Sua política deve fornecer um quadro para definir objetivos socioambientais.

Também deve fornecer um compromisso com a proteção do ambiente e a prevenção dos impactos.

 Obrigações de conformidade e melhoria contínua também e devem ser considerados nesta seção.

Mais uma vez, detalhar como você faz isso em sua política ambiental dependerá do escopo de suas atividades, bem como os possíveis impactos resultantes.

Por exemplo, eu trabalho com uma organização que fábrica produtos de tecnologia que têm ciclos de vida mais longos e são projetados para serem reciclados mais facilmente do que a concorrência no mercado.

Neste caso, que uma declaração da política ambiental ilustra que o direcionamento estratégico da organização e seus objetivos ambientais são os mesmos.

É fundamental que cada organização, e dos líderes que comuniquem a política ambiental, e garantir que o nível de detalhamento para todos esses elementos atenda às necessidades da organização, de seus clientes e de quaisquer outras partes interessadas.

O nível de detalhes que você precisa será fortemente afetado pelo tamanho da sua organização, pelo escopo de suas atividades, pelo tamanho de seus potenciais impactos e pelas partes interessadas.

Considere o que uma parte externa que vê sua política ambiental pensaria do conteúdo.

 Se você sente que não há valor real em uma informação, então pode ser melhor colocá-lo em outro lugar.

Mantenha o nível de detalhes relevante para o setor em que atua, garanta que isso promova a confiança dentro de suas partes interessadas e cumpra os termos da norma. Lembre-se: sua política ambiental é um anúncio para o seu negócio.

Trate-o como uma oportunidade para mostrar sua empresa e seus princípios ambientais.

Estamos juntos!

Publicado por Roberto Roche

Roberto Roche ao longo de três décadas consolidou sua experiência exercendo vários cargos de alta direção em QSMS–RS & Sustentabilidade nas áreas de Óleo & Gás, Construção Civil Pesada, Montagem Industrial, Portos e Mineração em mais de 15 países na América Latina, África e Oriente Médio como Mars, Queiroz Galvao Internacional e Odebrecht Internacional e Imerys .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *