Sustentabilidade Social, fundamental importância para as organizações .


Notice: Undefined offset: 1 in /home/robertor/public_html/wp-includes/media.php on line 68

Você tem ideia do que se trata?

No início (faz tempo), quanto ao tema sobre a Responsabilidade Social Corporativa, eu não dava muito crédito, e como estava errado!!

Pois até então nossa área era somente QSMS, e nossa visão estava voltada para o dia a dia da organização e os problemas que nos tocavam, não queria mais dor de cabeça com outros assuntos.

Quando começaram a unir a RS e ações de Sustentabilidade em nosso área , comecei a sentir a importância e ao mesmo tempo me senti envergonhado por não ter dado relevância antes, pois ESTÃO INTIMAMENTE CONECTADOS , hoje não vejo como podem funcionar como  áreas separadas( E como assisto este fato em nossas consultorias).

Quem trabalha com comunidades a sua volta já esteve envolvido em acidente de grande impacto socioambiental sabe muito bem do eu estou falando entre outras vários exemplos do descuido com a importância da responsabilidade social corporativa.

A sustentabilidade social ainda é um aspecto muitas vezes negligenciado da sustentabilidade, pois as discussões sobre desenvolvimento sustentável muitas vezes se concentram nos aspectos ambientais ou econômicos da sustentabilidade.

Todas as três dimensões da sustentabilidade precisam ser abordadas para alcançar o resultado mais sustentável possível.

A sustentabilidade social ocorre quando os processos formais e informais como: Sistemas, estruturas e as relações apoiam ativamente a capacidade das gerações atuais e futuras de criar comunidades saudáveis e habitáveis.

As comunidades socialmente sustentáveis são equitativas, diversas, conectadas e democráticas e proporcionam uma boa qualidade de vida.

A sustentabilidade social na minha visão é um processo de criação de lugares de sucesso sustentáveis que promovam o bem estar, entendendo o que as pessoas precisam dos lugares onde vivem e trabalham.

Do ponto de vista corporativo, a sustentabilidade social trata-se de compreender os impactos das corporações sobre as pessoas e a sociedade.

No modelo triplo de resultados (TBL), a sustentabilidade social é a parte menos quantificável da sustentabilidade.

 O TBL é um quadro contábil de três partes: social, ambiental e financeira e tem sido adotado pelas organizações para avaliar o desempenho.

Os três aspectos se relacionam para determinar o desempenho de uma corporação.

Nas corporações, as questões de desempenho da sustentabilidade social incluem:

Direitos humanos, práticas de trabalho justas, condições de vida, saúde, segurança, bem-estar, diversidade, equidade, equilíbrio trabalho-vida, empoderamento, engajamento comunitário, filantropia, voluntariado e mais.

Bom ressaltar, embora o impacto social, ou a sustentabilidade social, sejam fundamentais, suas questões não são facilmente quantificáveis ou mensuráveis.

O impacto social inclui qualquer coisa que afete as relações empresa/stakeholder;

 Desde a forma como os pequenos acionistas podem ser tratados até o impacto do álcool na saúde e nas comunidades.”

A sustentabilidade social deve ser uma parte crítica de qualquer negócio, pois afeta a qualidade do relacionamento de uma empresa com as partes interessadas.

É uma maneira proativa de gerenciar e identificar os impactos comerciais sobre funcionários, colaboradores da cadeia de valor, clientes e comunidades locais.

As empresas que elevam a importância da sustentabilidade social reconhecem a importância de seus relacionamentos com pessoas, comunidades e sociedade.

A responsabilidade social se torna parte de sua principal estratégia de negócios e eles consideram como suas atividades afetam as pessoas.

 Uma empresa socialmente sustentável considerará a segurança de seus trabalhadores em um local específico.

Não permitirá que a segurança de seus funcionários seja comprometida, forçando-os a trabalhar em um edifício que foi considerado inseguro.

A sustentabilidade social reduz os riscos.

A falta de responsabilidade social é um risco para a marca e a qualidade do produto.

A terceirização para locais de fabricação com condições de trabalho inseguras ou ruins pode prejudicar a marca de uma corporação global se um desastre acontecer ou se a palavra chegar à mídia e consumidores.

Da mesma forma, ignorar as medidas de segurança para proteger a saúde pública pode pagar um preço muito alto aos fabricantes de alimentos através de recalls de produtos apoiados pelo governo das prateleiras do mercado.

Proporcionar condições de trabalho mais seguras, salários mais altos e segurança no emprego cria uma cadeia de suprimentos mais segura.

Os consumidores querem produtos socialmente sustentáveis estão cada vez mais informados e engajados, eles se preocupam com o impacto (ambiental ou social) dos produtos que compram.

As empresas mais transparentes sobre suas cadeias de suprimentos colheram os benefícios dos consumidores que desejam gastar mais em produtos mais éticos.

As empresas agora estão formando parcerias com organizações de sustentabilidade social para se tornarem mais transparentes, tornarem suas operações ou cadeias de suprimentos mais éticas e entenderem o custo humano dos negócios.

De acordo com o Pacto Global da ONU, o objetivo da sustentabilidade social pode ajudar as empresas de várias maneiras, como por exemplo;

Aumentar envolvimento dos funcionários, melhorando o gerenciamento de riscos, melhorando conflitos empresa-comunidade

A sustentabilidade social precisa ser a base da governança e não podemos esquecer,

Quando os colaboradores são remunerados de maneira justa e trabalham em condições de trabalho seguras, eles são mais saudáveis e mais produtivos.

Colaboradores mais saudáveis e produtivos se traduzem em mais lucros para as empresas.

 Além disso, as empresas socialmente sustentáveis desfrutam de maior apoio ao consumidor, pois os consumidores tendem a apoiar negócios que tratam seus trabalhadores de maneira justa.

Estamos juntos!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *