Todo dia deve ser o “28 Abril Verde, uma data triste, que já mais pode ser esquecida”.



O dia 28 de abril tem um significado importante para nós profissionais de QSMS-RS no mundo.

A partir de 1985, por iniciativa do movimento sindical dos trabalhadores canadenses e depois de certo tempo, o mundo passou a celebrar ou lembrar? :
O “Dia Internacional em Memória das Vítimas dos Acidentes e das Doenças do Trabalho”.

E desde 2003, na mesma data, a Organização Internacional do Trabalho / OIT promove, também, o “Dia Mundial para a Saúde e Segurança no Trabalho”.

No âmbito da OIT, “a celebração do dia consiste em uma campanha anual internacional para promover o trabalho seguro, saudável e decente, que culmina no dia 28 de abril”.

No Brasil, ambas as versões dos “28 de Abril” são celebradas, quase sempre dando destaque a um tema mais específico, proposto pelos idealizadores das celebrações, em escala mundial.

A escolha da data de 28 de abril foi feita pelo movimento internacional de trabalhadores em função, também, de uma infeliz tragédia de grandes proporções.

No dia 28 de abril de 1969, uma explosão em mina de carvão do estado de West Virgínia, nos EUA, tirou a vida de 78 mineiros.

Muitas outras tragédias ceifadoras de vidas, no mundo, já haviam deixado os rastros indeléveis da morte em muitos outros dias, e infelizmente até os dias de hoje.

O rastro do sofrimento, da doença, da incapacidade e da morte tem impactado não apenas pessoas formalmente classificadas como trabalhadoras’, mas, em muitos casos, não há qualquer fronteira entre “trabalhadores”, moradores das comunidades dos entornos, e mesmo populações menos próximas.

Sempre bom lembrar que acidentes causam consequências que transpassam os limites do ambiente de trabalho.

De acordo com os estatísticos oficiais, do Ministério do Trabalho e Previdência Social, têm sido registrados, em média, 700 mil acidentes de trabalho por ano, em nosso país, desde 2010.

Em 2014, último dado disponível, foram registrados 704,1 mil, sendo 2.783 mil óbitos e 251,5 mil afastamentos por mais de 15 dias.

Do total de 704,1 mil acidentes e doenças do trabalho comunicados ao MTPS em 2014, 68% dos acidentados são homens (478,9 mil), a maior parte na faixa etária de 25 a 29 anos (80,5 mil).

Neste mesmo período, 225,2 mil trabalhadoras foram vítimas de acidentes ou doenças relacionadas ao trabalho, ou, 32% do total, a maioria mulheres com idade entre 30 e 34 anos.

Enquanto houver mortes e mutilação em decorrência do trabalho.

É impossível deixarmos de ficar indignados, não somente nos dias 28 de abril de cada ano, mas todos os dias que antecedem e que sucedem essa data.

A você profissional de QSMS-RS cabe à responsabilidade de fazer o dia de 28 de abril o dia de todos os dias, horas, minutos e segundos mais seguro a vida!

Silêncio e muita reflexão neste dia!

Estamos Juntos !

• Publicado em 28 de abril de 2016

Os Mais Vistos
A importância da Segurança dos colaboradores como ... Normalmente se associa a uma gestão de sustentabilidade ações para reduzir a pegada de carbono, utilizar os recursos de forma mais eficiente, integr...
Acidentes Acontecem , Até Quando? Não existe expressão que mais me incomode ouvir, como esta mencionada no título do texto. Quer me ver fora do sério é escutar de algum Profession...
Segurança do Trabalho é Saber Lidar com Pessoas Segurança Do Trabalho é Saber Lidar com Pessoas Mais uma fatalidade sob a minha gestão (mensagem no meu celular gritando !!, mal liguei ao sair d...

Sobre Roberto Roche

Roberto Roche ao longo de três décadas consolidou sua experiência exercendo vários cargos de alta direção em QSMS–RS & Sustentabilidade nas áreas de Óleo & Gás, Construção Civil Pesada, Montagem Industrial, Portos e Mineração em mais de 15 países na América Latina, África e Oriente Médio como Mars, Queiroz Galvao Internacional e Odebrecht Internacional e Imerys .

Deixe uma resposta