A responsabilidade sobre Sustentabilidade é toda nossa, tanto nas organizações e indivíduos, e sem um sistema gestão ambiental não tem como dizer ser uma empresa “Sustentável “.



A ISO 14001 é amplamente reconhecida como a principal referência para ajudar as organizações a executarem um sistema de gestão ambiental (SGA) eficiente, com isso, limitar e mitigar o impacto socioambiental de suas atividades e de seu produto final.

Mas ainda temos empresas globais, ganhando prêmio e mais prêmios de sustentabilidade e os plásticos de suas embalagens continuam a emporcalhar nosso planeta!!!!!

Só eu que vejo isso? Cadê o SGA?

Planejar, rever e melhorar as atividades de uma empresa através de uma gestão ambiental efetiva certamente pode atenuar os impactos socioambientais.

Por um outro lado ……

Continuamos a consumir os recursos naturais do planeta a uma velocidade três vezes maior do que a terra pode sustentar (todo mundo quer um celular novo, um carro novo e por aí vai).

Se você não é um destes, ok, mas mais de 3 bilhões de pessoas na China, Índia e África querem ter esse direito de possui, cá entre nós eles tem toda razão em desejar.

O seja, a humanidade está consumindo tantos recursos naturais, que só pode ser sustentável se tivéssemos três planetas, não apenas um.
Sendo assim, sustentabilidade empresarial e a proteção dos recursos naturais é um problema real e passa ser de fundamental para sobrevivência dos negócios, e claro do planeta

Aí vem nossa pergunta!

Como pode um sistema de gestão ambiental (IS0 14001) e as suas atividades associadas ajudarem a melhorar a sustentabilidade?
Sustentabilidade?

O relatório Brundtland define sustentabilidade como:

” O desenvolvimento que satisfaz as necessidades presentes, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir suas próprias necessidades.”

Dito isso, é evidente que um SGA bem executado, resultados de boas práticas ambientais e mitigação de riscos, podem ser significativas as contribuições para a sustentabilidade.

Então, você profissional de QSMS-RS & Sustentabilidade, pergunto:

Quais as medidas que podem ser tomadas usando os princípios da ISO 14001 dentro da SGA, para salvaguardar a sustentabilidade, e não somente limitar o impacto socioambiental da sua atividade e de seu produto final?

Vamos juntos refletir, e vejamos algumas oportunidades de práticas de sustentabilidade para incluir no dia a dia do seu SGA.

Estabelecer iniciativas no âmbito de seu SGA que incentivem a sustentabilidade é extremamente viável e com um bom planejamento, sim é possível.

Vou dar algumas sugestões de alguns exemplos práticos de iniciativas para sustentabilidade das empresas em que eu trabalhei.

Vamos lá:

Usar produtos reciclados sempre que possível em toda a organização é fundamental para contribuir a sustentabilidade.

Em empresas que trabalhei sempre realizávamos “auditorias/revisões” de todos os consumíveis e sempre estávamos descobrindo uma vasta gama de produtos que faziam parte do programa de compras regular e em seguida investigamos a possibilidade de substituição desses produtos por produtos reciclados e tivemos um grande resultado final.

Vocês não têm ideia de como conseguimos reduzir os custos do negócio.

A maioria das organizações irá encontrar muitas oportunidades para melhorar a sustentabilidade através deste simples processo de “revisar e substituir”.

Talvez seja hora para a sua organização considerar uma auditoria, não?

E estabelecer protocolos para entender o consumo de materiais e seus desperdícios.

Aliás, você sabe medir a eficiência do seu SGA? se não melhor começar!

Este atraso pode estar saindo bem caro para os custos de sua organização.

Vamos a mais alguns exemplos que nós fazemos por onde trabalho, deixa eu te provocar então!

Você está mensurando a pegada de carbono de todas a sua cadeia de fornecedores e da sua empresa e está colocando em prática um programa de melhoria?

Não!!! Você esta sendo pago para que?

Seja eletricidade, petróleo, gás ou água, se cada indivíduo e negócio pudessem reduzir o consumo em 10%, os recursos naturais da terra e sua disponibilidade prolongaria mais significativamente, não acham!

Redução de emissões de carbono podem ter um efeito enorme para aumentar a sustentabilidade e garantir que os recursos durem mais, e é uma atividade que deve estar no âmbito do seu SGA.

Você conhece o ciclo de vida de seu produto?

Se você conhece todos os elementos do seu produto que vão do “berço ao túmulo”, e seu impacto no meio e bem como a capacidade de revisar e reciclar, então você pode encontrar oportunidades significativas para melhorar seu desempenho em sustentabilidade(Kpis).

Existe a possibilidade de reduzir o consumo da sua mateira prima, seja na fabricação ou em termos do que ele consome e desperdiça durante seu ciclo de vida.

Também como utilizar dispositivos para economia de energia na produção.

Existe alguma maneira que seu produto final pode ser revisado ou melhorado para fornecer ao usuário um ciclo de vida significativamente mais longo?

Fazer com que o seu produto final tenha chance de entrar participar na economia circular.

A economia circular é uma excelente forma de aumentar a sustentabilidade, estendendo os ciclos de vida e assegurar que as matérias primas são preservadas.

Certifique-se que “oportunidade” é o lado positivo do “risco” (em um dos meus artigos “O papel da gestão de risco no ISO 14001:2015 fala sobre como o risco e oportunidade e como são tratadas no SGA).

Se o aspecto negativo de um novo projeto é o consumo de novos materiais, talvez, a oportunidade é usar materiais reciclados.

Se você estiver criando um novo produto, leve mais tempo para considerar os elementos chaves que poderiam melhorar a sustentabilidade.
Podem ser usados materiais reciclados?

O produto pode ser que “obsoleto” em termos de assegurar que ele pode ser revisado no futuro?

Há possibilidade de utilização de embalagens recicladas?

Se o seu produto for elétrico/eletrônico, você pode oferecer o serviço (obrigatório, em alguns países) para devolver o produto e garantir a máxima reutilização e reciclagem.

Certifique-se de que em suas discussões com base em análise de risco do seu SGA possua foco na sustentabilidade, e com isso você possa melhorar o desempenho.

Sustentabilidade até onde se estende?

A responsabilidade sobre Sustentabilidade é toda nossa, tanto nas organizações bem como nós indivíduos.

Se em sua organização tiver um SGA eficiente, você já tem as ferramentas necessárias para executar.

Certifique-se de que seus líderes abracem a sustentabilidade como meta.

E em que seu planejamento, análise de risco tenham poder de barganha na hora de pedir a mudança na área operacional.

Seu conhecimento organizacional e a consciência de todos quanto a importância sobre sustentabilidade esteja em sincronia com a cultura da empresa é fundamental.

Considerar a sustentabilidade como uma oportunidade e uma grande responsabilidade socioambiental, em que você profissional de QSMS-RS & Sustentabilidade fará parte da geração que corrigiu o equilíbrio entre os recursos do planeta e o consumo da humanidade.

Não tem preço, eu garanto!

Estamos juntos!

 

 

Os Mais Vistos
Governança e Cultura Corporativa em Sustentabilida... Tanto Governança e uma Cultura Corporativa não existem se não houver forte comprometimento por parte dos acionistas, conselheiros, CEO e diretores. ...
Gestão Ambiental e Desenvolvimento Sustentável Durante séculos o meio ambiente foi entendido enquanto apenas natureza, sendo esta, considerada por um grupo, sagrada e intocável. Ao mesmo tempo, ...
INVESTIMENTO X RESULTADO: QSMS-RS & SUSTENTAB... Empresas independentes do porte ou qualquer atividade econômica que quiserem crescer no século 21 precisam investir em Sustentabilidade e QSMS-RS. ...
Gestão de Segurança dos colaboradores e Sustentabi... Em uma gestão de sustentabilidade busca se ações de reduzir a pegada de carbono, utilizar os recursos de forma mais eficiente, integração com as com...

Sobre Roberto Roche

Roberto Roche ao longo de três décadas consolidou sua experiência exercendo vários cargos de alta direção em QSMS–RS & Sustentabilidade nas áreas de Óleo & Gás, Construção Civil Pesada, Montagem Industrial, Portos e Mineração em mais de 15 países na América Latina, África e Oriente Médio como Mars, Queiroz Galvao Internacional e Odebrecht Internacional e Imerys .

Deixe uma resposta