LIÇÕES APRENDIDAS EM QSMS-RS/SUSTENTABILIDADE, ACIDENTE DE TRABALHO E AMBIENTAL TEM DIA E HORA MARCADA PARA ACONTECER


Tenho grande interesse em ouvir e ler as experiências de terceiros e seus cases sobre minha área de atuação.

Estou sempre aberto à troca de experiência, compartilhamento, informação e aprendizado.

Escutar erros e acertos e entender quais foram às lições aprendidas acredito ser fundamental para o crescimento profissional, e sem dúvida aplica-las.

Costumamos destacar nossos sucessos !!!!, mas todos com alguma vivência na linha de frente das operações já cometeram erros pelo menos uma vez em suas carreiras.

Errar é inevitável, mas é possível evitar erros já cometidos anteriormente.

Não repita os mesmos erros. Cometa erros novos.

Normalmente em meus textos não costumo falar muito sobre teoria, gosto de focar na prática do dia a dia da liderança em Sustentabilidade, nos cases reais e na atitude do líder para alcançar resultados.

São 30 anos na área de óleo e gás, mineração, construção pesada e outros setores, alguma coisa eu tinha que aprender e tentar passar adiante também.

Muitas lições foram aprendidas e foram acumulando na bagagem com o tempo e como eu errei, mas sempre tirando uma lição por mais simples que fosse.

Trabalhei em plantas industriais, estaleiros e em construção de hidroelétricas com mais de 3000 colaboradores para o QSMS-RS atender!

Pode-se ter uma ideia da quantidade de exemplos para não serem repetidos no passar destes anos.

Humildade em reconhecer que errou e aprender a lição é essencial.

Sempre lembro aos colaboradores, que em tudo que erramos ou não deu certo, temos que tirar uma lição e seguir adiante, não perdendo tempo em buscar culpados, e sim a causa raiz do acontecido.

Não existe mais espaço nas empresas que realmente estão voltadas a serem sustentáveis esta atitude de deixar acontecer e depois remediar.

As lições aprendidas devem ser registradas, a fim de fornecer um repositório centralizado para facilitar seu uso, e comunicadas de maneira consistente.

Além de descrevê-las e categorizá-las, é importante afirmar os impactos da lição aprendida e fornece recomendações para os colaboradores que irão utilizá-las no futuro.

Para articular a aprendizagem com as lições aprendidas é necessário:

. Estudar decisões tomadas no passado e verificar se elas podem ser reutilizadas;

. Analisar os erros cometidos no passado com a intenção de evitar que ocorram novamente;

. Compartilhar o conhecimento, permitindo que outros possam aprender;

. Converter o conhecimento em planos de ação.

Quando acontece um acidente você pode buscar um culpado ou aprender a lição!

Quando você busca um culpado as pessoas seguram a informação e não passam o que realmente aconteceu.

Impossibilitando a lição a aprender, pois nunca vamos achar a causa do fato, simples? Pior que não, em nossa cultura de colocar as grades somente depois de ser arrombada ainda é muito forte.

Em minha vida profissional sempre pautei em tirar ao máximo sobre as lições aprendidas, já tive acidentes fatais onde tive que ir passar à notícia a família, grandes acidentes ambientais onde tive que lidar com comunidades e sempre procurei tirar o máximo de tudo para não repetir no futuro o mesmo erro e estar sempre dentro do meu radar.

Alguns colaboradores da nossa equipe comentam em tom de brincadeira que tenho alma de auditor, mas não é essa a questão, sempre tenho em mente o que pode estar em compliance ou não, e o que pode vir dar errado.

A máxima de que se uma coisa pode dar errada vai acontecer é meu mantra que tenho comigo depois de ter presenciado tantos acidentes na vida profissional.

Lendo os jornais li à declaração do presidente da mineradora do acidente de Mariana/MG dizendo:

“É difícil. É muito pesado. Não desejo isso a gestor algum o que estou passando.

Essa frase mexeu muito comigo, pois exatamente já passei por esses momentos, não nesta dimensão.

E penso neste momento como estão os profissionais da minha área nesta situação, me ponho no lugar deles e tento imaginar o que estão passando.

E que lição nós vamos aprender daqui para a adiante depois deste evento?

Temos que estar sempre um passo adiante gerenciando os riscos, o que pode ser feito para evitar mortes e impactos ambientais e para isso serve ter a capacidade de aprender com as lições aprendidas.

Acidentes fatais, acidentes ambientais tem data e hora para acontecer, estes mandam recados, sinais e avisos várias vezes.

A você gestor, cabe identificar, analisar, antecipar e PREVENIR, antes que aconteça.

Use suas lições aprendidas!

Estamos juntos!

publicado em 7 de janeiro de 2016

Os Mais Vistos
A importância da Gestão de RH na cultura de VALOR ... O RH é de extrema importância ao apoio e suporte à linha gerencial quanto a implantar uma cultura de valor nas empresas. Quando falamos em a ne...
VAMOS SER PRÁTICOS COM AS QUESTÕES AMBIENTAIS  ... Por falta de visão, bom senso e conhecimento técnico . E por um longo período, as questões envolvendo o meio ambiente não mereceram da sociedade e ...
Os Municípios e a gestão de Sustentabilidade. Com o passar dos últimos anos, assistimos grande parte das prefeituras em nosso território criarem Secretarias ou Departamentos de Meio Ambiente, in...
Gestão de QSMS-RS e a Teoria da janela quebrada. Venho comentado em meus textos, que não existe zona de conforto para quem atua na área de QSMS-RS e Sustentabilidade. Principalmente no gerenciam...

Sobre Roberto Roche

Roberto Roche ao longo de três décadas consolidou sua experiência exercendo vários cargos de alta direção em QSMS–RS & Sustentabilidade nas áreas de Óleo & Gás, Construção Civil Pesada, Montagem Industrial, Portos e Mineração em mais de 15 países na América Latina, África e Oriente Médio como Mars, Queiroz Galvao Internacional e Odebrecht Internacional e Imerys .

Deixe uma resposta