04-Aprenda com meus erros , avaliação e gestão de riscos socioambiental.


Já falhei em diversas análises de risco socioambiental durante minha vida profissional, sinto-me bem à vontade em escrever sobre o tema, dividir esta experiência e chamar a atenção para a importância de uma boa gestão e análise de risco sócio ambiental.

Análises e sua gestão tem que ser muito bem elaboradas, detalhadas, discutidas por uma equipe de profissionais qualificados e com experiência real de campo.

E ter um único responsável para elaborar o plano de ação e sua gestão é necessário, pois onde existe mais de um dono o animal morre de fome, se muitos são responsáveis da gestão do plano, o desastre pode ser grande por falta de tomada de decisões.

Já se vão várias participações em projetos, tantas lições aprendidas e muitas outras ainda que possam vir por aí, pois, infelizmente pode haver surpresas se o trabalho não for bem feito.

Quando gestor de Sustentabilidade e QSMS-RS em um projeto que combinavam ao mesmo tempo a execução de uma ferrovia, rodovia e eletrificação em um percurso de 1300 km de extensão.

Onde  começava no interior na selva africana subsaariana (uma hidroelétrica) e ia terminar em uma subsecção do deserto do Saara região chamada Ténéré (onde estávamos no momento na frente de trabalho com 60 graus à sombra), passou o seguinte:

Era uma segunda de manhã, em reunião com a equipe de Sustentabilidade (como reutilizar a água nos acampamentos e trata-las), ao termino desta, quando liguei meu celular, este não parava de tocar com todos os tipos de mensagem freneticamente chegando e imaginei de tudo (acidente fatal e etc.), mas antes que pudesse ler as mensagens.

Entra em nossa sala o gerente de produção gritando que íamos ser atacados e mortos pelos Tuaregues!

Pronto uma confusão das boas e mais um dia animado, de pavor e para variar o pessoal do nosso departamento tinha que resolver.

Era uma obra grande,  com  cerca de 4000 colaboradores vindo da Ásia e que não falavam inglês e nem francês (imaginem nossos TDDS, nossos cartazes de QSMS-RS pelo trecho) e como complicador, a nossa turma de engenharia também se limitava a língua do país de origem.

A situação: Os orientais gostam de cachorro para comer e comeram uns 30 de uma destas vilas Tuaregues por onde passava o nosso trecho no meio do deserto do Ténéré.

Uma frente de trabalho com mais de 800 homens parada é um tamanho de um baque para qualquer obra.

Nestas horas , gestores de QSMS-RS são chamados para tudo, já ouvi até reclamação de que a quentinha não chegou e estava fria e para darmos um jeito etc. !

O diretor do projeto imediatamente me chama pelo rádio e escuto a famosa frase

“ VAI LÁ, E RESOLVE ! ”

Quando chegamos ao local do bloqueio, se aproximaram os Tuaregues em seus trajes típicos usando pano azul claro que caracterizam suas vestes tradicionais.

Neste dia estavam zangados e com razão, pois foi totalmente um desrespeito o que nosso pessoal fez com eles, a situação foi resolvida depois de um longo tempo.

E todo trabalho realizado por nossa equipe de relações comunitárias foi jogado por água abaixo.

Pois tivemos que recomeçar do zero com todas as 39 comunidades no percurso do projeto, pois a notícia se espalhou por todas as vilas, chegando até aos que estavam no meio da selva (sem internet) imaginem.

Consequência, a projeto ficou fora do orçamento, nossos gastos antes previstos para o projeto de Sustentabilidade e QSMS-RS subiram e o resultado da obra ficou abaixo do esperado.

Lição aprendida?

Claro, mas……. Como poderíamos prever e incluir em nossa matriz de risco socioambiental a questão do cachorro como iguaria?

Faltou experiência de minha parte sim, em prever.

Reconheço o erro, e mais uma para minhas anotações de lições aprendidas.

Em uma análise de risco socioambiental temos que prever todos os possíveis problemas com as comunidades não só pela questão especifica dos cachorros no ocorrido, mas os possíveis impactos socioambientais que o projeto venha causar e um plano de ação realístico e factível para situações de emergência e crise.

Ciências humanas são humanas, não são 1+ 1=2 não é engenharia e muita habilidade se faz necessária para o sucesso de um projeto por parte da equipe de Sustentabilidade e QSMS-RS.

Experiência com lições aprendidas valem ouro e insisto!

Uma boa análise de risco sócio ambiental e sua gestão, é fundamental que participem profissionais qualificados e com experiência e vivência real de campo.

A turma do ar condicionado que me perdoe.

Assistimos neste momento, grandes fundos e empresas estrangeiras chegando ao Brasil através de aquisições, fusões e se instalando, isso é ótimo.

Que estejam cientes dos seus estudos de viabilidade dos projetos onde contemplem uma gestão forte e dedicada de QSMS-RS e Sustentabilidade na matriz de análise de risco socioambiental.

Aqui não é a selva africana, nem o deserto do Saara, muitas cidades não possuem água, esgoto e nem eletricidade regulares, mas todas têm celulares, grande parte acessa a internet e nossa legislação de crimes ambientais é rigorosa, toda atenção é pouco para não inviabilizar o projeto.

Estamos juntos !

  • publicado em 29 de março de 2016
Os Mais Vistos
DESASTRES AMBIENTAIS CAUSAM DESASTRES SOCIOECONÔMI... Nunca como em nenhuma outra época o homem tentou reverter o quadro de degradação ecológica em que se encontra a Terra. Pois para alguns já perdemos...
IMPACTO SOCIOAMBIENTAL , A NECESSIDADE DE UMA POLÍ... É inadmissível que se aceite diagnósticos ou propostas políticas que não contenham salvaguardas ambientais antes de uma criteriosa análise de risc...
Gestão de Frotas e sua Responsabilidade Cívil e Cr...   Gestão de Frotas e sua Responsabilidade Cívil e Criminal por danos Socioambientais Após escrever artigo sobre a importância da auditoria SASS...
Gerenciando o Risco Socioambiental do seu negócio ... Alguns uns anos, um gigante mundial de produção de cereais resolveu dar de brinde um brinquedinho dentro de seus pacotes, foi um sucesso inclusive...

Sobre Roberto Roche

Roberto Roche ao longo de três décadas consolidou sua experiência exercendo vários cargos de alta direção em QSMS–RS & Sustentabilidade nas áreas de Óleo & Gás, Construção Civil Pesada, Montagem Industrial, Portos e Mineração em mais de 15 países na América Latina, África e Oriente Médio como Mars, Queiroz Galvao Internacional e Odebrecht Internacional e Imerys .

Deixe uma resposta